MUTUALISMO2019-02-06T12:39:37+00:00

MUTUALISMO

A Caixa Beneficente não recebe recursos do Tesouro Estadual para custear o regime de AMHO, portanto, a receita advém exclusivamente das contribuições dos próprios policiais militares e pensionistas. O PM solteiro, que não tenha filhos ou outros beneficiários, colabora para o bem-estar dos familiares de seus irmãos de farda, em um sistema de ajuda mútua.

IMPORTANTE: nas ações jurídicas em que a CBPM é condenada, os recursos utilizados não vêm do Estado e sim das contribuições dos próprios policiais. Isso prejudica a sustentabilidade do regime assistencial, que pode se tornar insubsistente, pois não há como propiciar serviços sem que haja recursos para tal. Logo, toda ação contra a CBPM é uma ação contra o patrimônio da família policial-militar.